segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

LEI DA FICHA LIMPA

Recebi da amiga Silvia essa charge para orientar um trabalho, ela já serviu ao seu intento, e agora tem que buscar seu caminho, indo atrás do maior número de leitores, para ser visualizada, e que valha como motivo de reflexão... A charge é do DUM, Edson Júnior e foi publicada no Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte.

A Lei de Ficha Limpa, assim como o acento preferencial nos ônibus e outros meios de transportes é uma aberração em uma sociedade em que a educação nunca foi prioridade. Se o povo tivesse recebido uma educação de qualidade não seria necessário estabelecer acentos preferenciais, já que todos os acentos já seriam preferenciais, é um absurdo que um pessoa mais jovem não se sinta na obrigação de oferecer o seu acento a uma pessoa mais idosa ou com qualquer limitação, assim como é um absurdo ter que aprovar uma lei para que o eleitor não se sinta compelido a eleger uma pessoa desonesta. Comentei com um amigo, de que essa lei vem para impedir o eleitor brasileiro de deixar valer o seu impulso em permitir que se valha da "Síndrome da Mulher de Malandro"...


Um comentário:

  1. HENRIQUE AGUILERA FILHO27 de fevereiro de 2012 17:45

    acho muito bom a criação de novas leis, até porque todos sabem que elas existem mas o difícil é velas serem cumpridas, a lei de fixa limpa vai ser ótimo na minha opinião, pois vai inibir vários homens do meio politico a saírem candidatos, veja o caso das empresas elas pedem o atestado de antecedente criminal para as pessoas que estão pleitando uma vaga em sua empresa, se a pessoa possui uma fixa criminal ela é excluída da seleção, agora imaginem uma pessoa que esta com a fixa suja administrando a nossa cidade, ai não me ajude ai!!! " FORA OS MAUS POLÍTICOS."

    ResponderExcluir