quinta-feira, 31 de maio de 2018

CURSO DE ECOTURISMO A DISTÂNCIA

O Consórcio PCJ está promovendo o seu 1º Curso on-line que tem como tema:

Os interessados devem fazer sua inscrição acessando o canal “Cursos on-line” no site do Consórcio PCJ (link aqui e na imagem acima) e clicando sobre o curso ativo, no caso, Ecoturismo. Após a realização do cadastro, o participante receberá um login e senha pelo e-mail fornecido no ato da inscrição para acessar a área restrita do site, onde terá acesso às videoaulas, às apostilas, além de conteúdos complementares de leitura e vídeo.  Também está ativo um Fórum de debates entre os alunos e a coordenadora do curso, para isso, será necessário estar logado pelo Facebook para fazer as postagens.
O objetivo do curso é fomentar o aprimoramento de ações de preservação através do turismo, além de promover a economia local com o aumento de consumo gerado pelos turistas e visitantes. Foi produzido exclusivamente para o curso 10 vídeos, que estão divididos entre as 3 aulas on-line, sobre o potencial do ecoturismo e como essa iniciativa pode melhor se desenvolver nas Bacias PCJ.
Os certificados serão emitidos ao final do curso e enviados por e-mail. Os interessados podem se inscrever e participar das capacitações a qualquer momento até a última aula que será liberada em setembro de 2018. Dúvidas sobre o curso ou dificuldades de acesso devem ser encaminhadas para o e-mailambiental@agua.org.br.
Para o segundo semestre estão sendo programados mais cursos para esse canal. Aguarde as novidades.
Acompanhe abaixo o cronograma das atividades do curso on-linede Ecoturismo e as capacitações presenciais do Projeto Gota d’Água:
24 de maio: 1ª Aula on-line sobre Ecoturismo (EAD)
26 de junho: 1º Encontro presencial sobre Ecoturismo, em Extrema (MG)
Julho: 2ª Aula on-line sobre Ecoturismo (EAD)
Agosto: 2º Encontro presencial sobre Ecoturismo, em Campinas (SP)
Setembro: 3ª Aula on-line sobre Ecoturismo (EAD)
Outubro: 3º Encontro presencial sobre Ecoturismo, em Piracicaba (SP)
Mais detalhes sobre as datas e locais dos cursos presenciais, como também a liberação dos próximos conteúdos on-line, serão enviados por e-mail aos inscritos no curso.



segunda-feira, 12 de março de 2018

CONSÓRCIO PCJ ALERTA PARA PERÍODO DE ESTIAGEM

Estiagem 2018 tende a ser de 

chuvas abaixo das médias históricas

Cenário foi debatido na Reunião Plenária do Consórcio PCJ, em Americana (SP)
O verão em 2018 nas Bacias PCJ está apresentando chuvas abaixo das médias previstas para o período e os dados apontam que a região está 
numa curva descendente de precipitações. O assunto foi debatido durante a 81ª Reunião Ordinária do Consórcio PCJ, que aconteceu na última quarta-feira (07) no NOHOTEL, em Americana (SP).

O encontro foi aberto pelo Presidente do Consórcio PCJ e prefeito de Nova Odessa (SP), Benjamim Bill Vieira de Souza, ao lado do diretor geral do Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Americana, Carlos Cesar 
Gimenez Zappia, que na ocasião representou o prefeito, Omar Najar.

Na ocasião, ainda estieveram presentes o vice-presidente do Programa Parcerias para Integração Regional do Consórcio PCJ e prefeito de Piracaia, José Silvino Cintra, o secretário do verde de Campinas, Rogério Menezes, o secretário municipal de meio ambiente de Americana, Odair Dias, o 
Secretário Executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, e demais autoridades.

A situação climática das Bacias PCJ nesse início de 2018 foi apresentada pela equipe técnica do Consórcio PCJ, que apontou por meio da apresentação de gráficos as precipitações médias na região durante o atual verão. Em janeiro, as precipitações ficaram ligeiramente abaixo da média, sendo que no mês de fevereiro a queda no volume de chuvas foi ainda 
maior - choveu apenas 70 mm quando o esperado seria de 185 mm.

Os dados até agora demonstram uma tendência de queda nas precipitações,
e que podemos esperar uma estiagem mais seca do que a média histórica. 

O secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, recomendou que os serviços de água se preparem para o período, com aquisição extra de insumos para o tratamento de água e esgoto, além de campanhas de sensibilização quanto ao uso racional de água.

Lahóz ainda pontuou a necessidade de criar ações de contingenciamento tarifário, a exemplo do que acontece no setor elétrico. Quando os reservatórios de geração de energia ficam com reservação comprometida, tarifas extraordinárias entram em vigor para não comprometer financeiramente as distribuidoras.

A Reunião Plenária do Consórcio PCJ ainda contou com a apresentação do Relatório de Atividades e do balanço financeiro da entidade de 2017.  Também foi passada a programação do 8º Fórum Mundial da Água que se inicia no próximo dia 18 de março, e do estande do Consórcio PCJ na feira técnica do evento. A gerente técnicada entidade, Andréa Borges, falou dos temas que serão debatidos, e também alguns detalhes dos painéis mais interessantes.

Ao final, houve a apresentação do resultado da parceria do Consórcio PCJ com a Teia editorial na produção da Revista “Conexão Água”, com informações atualizadas sobre o 8º Fórum Mundial da Água e dicas de 
como aproveitar o evento da melhor forma.  Representantes da Teia 
Editorial deram detalhes acerca da próxima edição da revista que circulará após o Fórum e formas de empresas e municípios participarem da proposta comercial. Mais informações podem ser obtidas com a própria Teia Editorial, com Rafael Chaves, no (19) 2136 3520 ou pelo e-mail rafael.chaves@teiaeditorial.com.br.
Sobre o Consórcio PCJ:
O Consórcio PCJ, fundado em 1989, é uma associação civil de direito privado, composta por 42 municípios e 29 empresas associados, que atua como uma agência de fomento, planejamento e sensibilização, com o objetivo de recuperar e preservar os mananciais, além de discutir a implementação de políticas públicas voltadas à gestão da água. A entidade é referência nacional e internacional na gestão de recursos hídricos, sendo membro de importantes entidades internacionais, como: O Conselho Munidial da Água, a Rede Internacional de Organismos de Bacias (Riob), a Rede Latino-Americana de Organismos de Bacias (Relob) e a Rede Brasil (Rebob). 
Mais Informações:
Assessoria de Comunicação - Consórcio PCJ
Jornalista Responsável: Murilo F. de Sant'Anna
Tel.: (19) 3475 9408
e-mail: imprensa@agua.org.br

sábado, 10 de março de 2018

RESISTINDO

Uma pessoa me mandou esse texto que coloco para análise e reflexão.


Então, o assunto é o Jornal do Prefeito.
O número 1 afirmou que agora Perdões tem um jornal.
E o jornal do Ayrton Faria? A Folha de Perdões? E o jornal da Solange, perdoense da Cachoeirinha? E tantos outros?
Agora, é o primeiro sim, na qualidade do papel, acetinado, impermeável, de ótima qualidade. Na omissão do nome do jornalista responsável (consta só o número do MTB que eu não sei o que é). Na ausência de anunciantes. E sabe-se mais o que.
Falou sobre a mudança da biblioteca: a custa do sacrifício de 2000 obras do acervo para caber no novo espaço!
Da revitalização da praça Silvio Mendes: um parque que atende UMA família com quatro crianças!!!
As academias ao ar livre: só tenho conhecimento da Praça Humberto Castelo Branco e as outras três divulgadas?
Sobre o pagamento de dívidas herdadas: pra que fazer tantas mudanças de espaços que geram despesas se a prioridade é sanar dívidas? 
Mandar o departamento de obras para o outro lado da pista, dificultando o acesso ao cidadão que não tem condução?
E o astronômico investimento em Educação: pela primeira vez, as escolas tiveram que recorrer às APMs para comprar papel higiênico e produtos de limpeza.
No número 3, afirma que as reuniões do GGI acontecem todas as terças-feiras na página 2 e quinzenalmente às quintas-feiras na página 4???
E grande parte do espaço dedicado a notícias de Piracaia?
E o não fornecimento das cestas básicas referente ao mês de fevereiro?
Votei no prefeito e fui na Praça de Eventos no dia da eleição para cumprimentá-lo.
Ele não estava lá e nem apareceu durante um longo período que eu esperei.
Permaneceu sequestrado pela Igreja Católica por vontade própria.
Só que não foram apenas os católicos que o elegeram!
Ficamos todos (inclusive sua esposa e correligionários) com postura de crianças às quais roubaram o pirulito.
CENÁRIO: um jornal que se propõe a questionar, propor, interagir, inovar...
Vivemos num país sério?
Claro que não
Tenho dó de mim, que acredito tanto
Heroína da resistência
Como na França


Com a palavra, outras pessoas pensantes...

domingo, 15 de outubro de 2017

SEU JORGE

O Joselito postou no Facebook e eu replico aqui porque é muito interessante ver os portugueses com a ginga do Seu Jorge...

sábado, 7 de outubro de 2017

INVERSÃO DOS VALORES

Festival de Música Popular Paraense, em 2015.


Música: A Ordem do Inverso Compositor: Yuseff Leitão Estilo: Balada Intérprete: Juliana Franco Roubaram meu amor pelo Brasil Tiraram minha paz e ninguém viu Levaram do meu bolso a carteira A Ordem e o Progresso da bandeira Roubaram o museu a velha tela A moralidade da novela A imparcialidade da impressa Do simples cidadão a consciência Roubaram a liberdade de expressar A privacidade, o celular A honestidade do congresso Cobraram neste circo o meu ingresso Roubaram o meu time na final Compraram o juiz e o tribunal Roubaram a poesia da canção E os ideais da revolução Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil do tanto faz Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil de quem dá mais Roubaram o remédio do hospital A verdade do espaço eleitoral Roubaram a galinha do quintal Compraram a manchete do jornal Roubaram as grades da prisão Colocaram nas janelas, no portão Do hino roubaram a Pátria Amada E a futilidade é idolatrada Roubaram a consciência ambiental E o verde já não brota no quintal A água poluída já não presta Levaram a madeira da floresta Tiraram a vida de um inocente Soltaram porque era adolescente Roubaram a confiança na polícia Armaram um esquema com a milícia Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil do tanto faz Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil de quem dá mais Do futebol roubaram a paixão Na propaganda da televisão A Coca já não mata a minha sede E o craque agora é quem balança a rede Roubaram a imagem da Igreja Eu rezo para que Deus me proteja Roubaram o dinheiro do projeto Roubaram a razão do meu protesto Meus amigos já nem vejo mais E a conversa está nas redes sociais Roubaram do casal a paciência Levaram da criança a inocência Cadê o bom exemplo não tem mais Tiraram a autoridade até dos pais Não levaram a chupeta da criança Foi mais fácil roubar nossa esperança Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil do tanto faz Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil de quem dá mais

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

ANIMAL EXPOSTO AO FOGO

O Carlão Eva, fez esse registro de um gambá vítima de um dos incêndios que consome nossas matas... O pequeno saruê se apavorou no fogo e estava todo queimado, inclusive estava cego, e apesar de tudo bravo, resistente.


AGRESSÕES AO NOSSO MEIO AMBIENTE

A cidade recebeu uma visita hoje, quarta, dia 13 de setembro, e eu a acompanhei...
Essa Siriema estava um tanto quanto desorientada e segundo o Adauto, da Defesa Civil se deve ao clima seco e à quantidade de focos de incêndio que a ameaça.

Por outro lado a Defesa Civil foi acionada ontem para combater mais fogo na Pedra Grande e depararam com isso:
O fogo teve início em um despacho de macumba. Com os índices de umidade do ar aos níveis que estão chegando, devido a vários fatores de agressão ambiental, inclusive e principalmente pelo aterro de áreas de várzeas, já que as várzeas é que equilibram no decorrer do ano, os índices de umidade...





domingo, 20 de agosto de 2017

SOM DIFERENTE VINDO DA SIBÉRIA

Um som diferente do que a gente tá acostumado a ouvir...

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

UM BURACO É SÓ UM BURACO...

O Serginho me mandou uma mensagem pelo WhatsApp:
 
E escreveu: "Olha a situação dessa rua principal de entrada e saída"
E mais:
Gozado, não é nossa função ficar procurando erros e falhas, mas tem gente que foi eleito para isso, e esses teriam que ter um olhar mais atento para as coisas da cidade, por exemplo, eu falei pro Serginho que há um tempinho atrás eu tirei foto dele...

Um olhar que não considerou os prejuízos que o buraco poderia causar, como por exemplo para a moça que caiu com seu carro no buraco, que é fundo, segundo o Serginho que teve que ajudar a moça para tirar seu carro...

sábado, 22 de julho de 2017

SINALIZAÇÃO VIÁRIA, ESTÉTICA E CONSIDERAÇÃO PELA CIDADE

Estou mais ativo no Facebook, mas preciso dar uma mexida de atividades aqui, no Blog, que conforme comentário da "coisa ruim" está "às moscas"... E essa pessoa veio atentar, perguntando sobre o que eu tenho achado da gestão do Sérgio... Quanto a isso, posso garantir que não me surpreende em nada, mas isso pode ser pauta de outra postagem, a pauta que quero copiar aqui é o que postei no Face, sobre a imagem do Santuário em contraponto com a sinalização viária da cidade:

"Bom dia, já houve reclamações pela falta de sinalização viária na cidade, mas hoje, como vemos, a cidade está valorizando a sinalização, a consideração está se mostrando maior até do que as outras "coisas", como vemos na imagem feita pelo Rodrigo Correia, "Big", que mostra o Santuário escondido atrás da placa. Os motoristas estão muito bem orientados... Parabéns ao pessoal responsável pelo trânsito, estão valorizando seus serviços... E demonstrando de maneira sutil, o quanto e como consideram a cidade."

E coloquei a foto:
Houve várias manifestações, como a do Fernando Hubner, com o seguinte comentário:
"Já sabe pra onde vai quem atrapalha as fotos da frente da nossa matriz né?"

e inclusive uma do Leleu, criticando por se criticar.


Então: pra demonstrar que não é só criticar, mas oferecer alternativa, aqui vai: