segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

PERCA O SEU TEMPO

Me chegou via Facebook esse vídeo produzido pelo Kaleb Moraes, e pelo que o menino demonstra de talento na edição eu reproduzo aqui o "Desafio do Travessão", quem quiser ver mais clique aqui e vá para a página que criou a página "PERCA O SEU TEMPO".

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

O POPULISMO

Recebi o vídeo por e-mail do amigo João Luiz Pinheiro, e replico para que a gente conheça e reconheça essa estratégia política em que o povo é usado.







quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

MALANDRO MODERNO

Música foi lançada em 95, Bezerra da Silva... Nunca antes na história desse país... Uma música soa tão atual... REcebi por e-mail do amigo e poeta Manoel Fernandes Menendez e replico para mostrar o quanto o povo brasileiro é "mané"...
 



segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

MANUAL PARA A VIDA

Recebi por e-mail, da querida amiga Daniela Abraão e replico aqui porque é imprescindível:

PAULO ANDRÉ CHENSO é médico e professor em Londrina. Criou o 

"MANUAL PARA A VIDA" 

VALE A PENA LER E PÔR EM PRÁTICA.

NA SAÚDE:
1.  Beba muita água;
2.  Coma mais o que nasce em árvores e plantas;
3.  Viva com os 3 E's:
Energia, Entusiasmo e Empatia;
4.  Arranje 30 minutos por dia para ORAR sozinho;
5.  Faça atividades que ative seu cérebro;
6.  Leia mais livros.
7.  Sente-se em silêncio, pelo menos, 10 minutos por dia;
8.  Durma 8 h por dia;
9.  Faça caminhadas de 20 a 60 minutos, por dia e, enquanto caminhar, sorria.

NA PERSONALIDADE: 
11.  Não compare a sua vida com a dos outros;
12.  Não tenha pensamentos negativos;
13.  Não se exceda;
14.  Não se torne demasiadamente sério;
15.  Não desperdice a sua energia com fofocas;
16.  Sonhe mais;
17.  Inveja é uma perda de tempo. Agradeça a Deus pelo que possui...
18.  Esqueça questões do passado. Jesus já jogou no mar do esquecimento, faça o mesmo;
19.  A vida é curta demais para odiar alguém. Perdoe;
20.  Faça as pazes com o seu passado para não estragar o seu presente;
21.  Ninguém comanda a sua felicidade a não ser você;
22.  A vida é uma escola e você está nela para aprender. Não fique repetindo o ano;
23.  Sorria e gargalhe mais;
24.  Não necessite ganhar todas as discussões. Saiba perder;

NA SOCIEDADE: 
25.  Entre mais em contato com sua família;
26.  Dê algo de bom aos outros, diariamente;
27.  Perdoe a todos por tudo;
28.  Passe tempo com pessoas acima de 70 anos e abaixo de 6;
29.  Tente fazer sorrir, pelo menos três pessoas por dia;
30.  Não se importe com o que os outros pensam de você;
31.  O seu trabalho não tomará conta de você quando estiver doente. Não se estresse.

NO SEU DIA A DIA: 

32.  Faça o que é correto;
33.  Desfaça-se do que não é útil;
34.  Lembre-se: DEUS cura tudo;
35.  Por melhor ou pior que a situação seja... ela mudará...tudo passa

36.  Não interessa como se sente, levante, arrume-se e apareça;

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

DICAS DA DILMA PARA 2016

Não resisti afinal são dicas importantes da Dilma...







segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

MAMONAS ASSASSINAS

O Ruy filho da Cleide e do Brisac conquistou o papel do Dinho, para um espetáculo musical que vai encenar a história da banda. Parabéns e todo o sucesso a todos. Clique na imagem e veja a matéria do Fantástico:



quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

ECONOMIA EM TEMPOS DE INFLAÇÃO ALTA

Replico aqui um artigo do professor Reinaldo Domingos com orientações sobre como agir em situação de alta inflação.

Para combater inflação, economia deve fazer parte do dia a dia

A inflação está assustando os brasileiros, para se ter ideia, em 2015 esse índice fechou em 10,67%, a maior desde 2002, segundo o IBGE. A situação apenas reforça a necessidade de se ter educação financeira, colocando em prática ações de economia em casa.
Então, para que se possa realmente combater a inflação, é necessário ter consciência e disciplina, trazendo toda a família – inclusive as crianças – para o mesmo objetivo. Para tanto, será necessário fazer um diagnóstico financeiro detalhado dos gastos, descobrindo para onde está indo cada centavo do dinheiro.
Dessa maneira, fica mais fácil saber onde estão os supérfluos e os exageros, para reduzi-los ou até eliminá-los. A partir daí, novos hábitos estarão sendo formados e o comportamento em relação ao uso e à administração do dinheiro será diferente, garantindo que o período econômico ruim do país não interfira tanto na situação financeira das famílias.
Desenvolvi mais algumas orientações para economia doméstica:
  1. Os gastos de energia elétrica são um dos que mais apresentam excessos; basta pensar em quanto tempo usa o chuveiro e quantas vezes deixa as luzes ligadas ou a geladeira aberta. Sem contar no uso de televisão e de computador. Por isso, vale a pena agir com mais cautela, pois reduzir essa despesa representará uma economia substancial no final do mês;
  2. O uso de telefone também deve ser repensado, fazendo uma análise entre os valores do fixo e do celular. É preciso comparar o valor das tarifas sempre que possível. A opção deve ser pela menos custosa e não pela mais prática;
  3. A reciclagem de produtos também deve ser priorizada. O desperdício é recorrente, portanto, é possível reciclar desde alimentos até roupas e materiais escolares, sem perder a qualidade;
  4. Reflita melhor sobre as compras de roupas, eletrônicos, etc.; muitas dessas são feitas por impulso, sem que se tenha uma real necessidade. Sempre falo que é interessante deixar a compra para o dia seguinte, e só efetivar se realmente for relevante;
  5. Antes de ir ao supermercado, faça uma lista de compras. Tenha também cuidado com as “promoções”. Quantas vezes compramos o famoso “pague dois e leve três” e acabamos perdendo produto por causa de validade e, consequentemente, perdendo dinheiro;
  6. Compare os preços quando for às compras. Seja em lojas, supermercados ou até restaurantes; é fundamental que se faça essa comparação, pois as variações são, muitas vezes, consideráveis. Evite produtos de “grife”, uma vez que nem sempre representam um produto de qualidade superior, mas apenas status;
  7. Busque soluções de lazer mais económicas, é possível se divertir sem gastar muito. Reserve para ir em locais mais caros em ocasiões especiais;
  8. Economize ao utilizar o veículo. Não é necessário fazer tudo de carro; andar pode ser saudável e econômico. Além disso, é importante manter o carro revisado para que imprevistos não estourem as finanças;
  9. Valorize o que possui, se preocupe com a organização e cuidado com os bens materiais, muitos gastos extras são ocasionados por descuido ou desleixo, que ocasionam quebras e perdas, criando necessidade de reposição;
  10. Na utilização de gás e água, também é possível economizar. Evite deixar o fogo, o chuveiro e as torneiras ligadas sem necessidade e busque reutilizar a água sempre que possível.
Reinaldo Domingos, educador financeiro, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Mesada não é só dinheiro, e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

ANGEL

Peguei no Facebook e dei uma diminuída na velocidade da transição dos slides, em homenagem ao artista.