terça-feira, 10 de junho de 2014

FAZENDO A LIÇÃO DE CASA

Peguei de um editorial do Jornal do Interior, inspirado pelo cidadão perdoense (título aprovado, mas ainda não auferido), jornalista Sebastião Misiara, quando se referia à importância da política:

Bobby Kennedy, assassinado porque lutava pela igualdade, afirmou em uma de suas memoráveis peças que “poucos terão a grandeza para dobrar a história, mas cada um de nós pode trabalhar para mudar uma pequena parte dos acontecimentos”.
Já, no livro “Arremessador de Estrelas”, Lorem Eiseley, fala do dia em que andando em uma praia onde havia milhares de estrelas-do-mar que tinham sido lançadas pela maré. Viu um garoto pegando uma a uma e jogando-as de volta ao oceano. Eiseley perguntou o que estava fazendo. “Devolvendo as estrelas ao mar para não morrerem”. Eiseley perguntou que diferença faria salvar algumas poucas, diante de tantas condenadas? O garoto pegou uma estrela-do-mar e disse. “Vai fazer, para essa aqui, uma grande diferença”.
Kennedy e Elseley sugerem que não importa se estamos no patamar dos famosos. O que realmente importa é que cada um de nós tenha um propósito de dar uma contribuição positiva ao mundo onde vivemos.

A observação para a sociedade em geral, significa chamá-la a se entender responsável pela desigualdade e pelas injustiças que se cometem contra os não contabilizados pela justiça social.

A injustiça acontece quando a Justiça é levada, por diversos motivos, a ter que fingir que não vê o que  estamos vivendo, inclusive por questões econômicas, e nós também, quando cada um de nós deixamos de denunciar o pequeno desvio de conduta, o pequeno delito, até mesmo quando fingimos que não estamos vendo, por exemplo, que com dinheiro público estão comprando leite que no varejo custa R$ 2,30, a R$ 3,80. 

Quem está pagando e quem está sendo "beneficiado" com esse tipo de manobra?


23 comentários:

  1. Acabei de ficar sabendo que o novo secretário da Educação vem ai???? Parabéns! senhor Diretor do Viana . A educação merece uma pessoa competente e humana como você????

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkk trocando seis por meia duzea?

    ResponderExcluir
  3. Não vejo assim, já que conheço o diretor assim como conheço a ex-secretária e sei que têm índoles, educação, origem, interesses e considerações diferenciadas.

    ResponderExcluir
  4. Fico feliz em saber que o prefeito valoriza cidadão perdoense para conduzir a educação do nosso município . Pois o diretor é da rede e conhece as necessidades dos professores e até a situação que hoje a rede esta atravessando. Precisamos mesmo de um olhar diferente para melhor o que esta ruim e continuar com os projetos considerados bons.

    ResponderExcluir
  5. Que tal consultarmos os professores para sabermos sua opinião sobre quem gostariam que liderasse a pasta da Educação?

    ResponderExcluir
  6. Valoriza cidadãos? Quem os professores gostariam que liderasse a pasta? A situação é tão caótica que seja quem for não estariam oferendo um prêmio, mas um castigo. Um abacaxi difícil de descascar e com sérios riscos de efeitos colaterais para quem assumir.

    ResponderExcluir
  7. Tem que ter alguém, concorda? Então, quem?

    ResponderExcluir
  8. Mas entaum quando descobrem algo errado a secretaria sai e fica assim mesmo? Naum tem que devolver todo o dinheiro pago a mais? Qual vereador estah vendo isso de perto para fala o que estah acontecendo? Votei em vereador e quero saber o que estah acontecedo

    ResponderExcluir
  9. Está havendo uma Comissão Especial de Investigação sobre o assunto na Câmara consulte o seu vereador, e pergunte a ele em que pé estão os trabalhos.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não temos secretário de educação? Alguém sabe informar?

    ResponderExcluir
  11. Informações desse tipo são coisas que essa gestão não faz nenhum esforço para divulgar, ainda mais quando existem motivos para não se divulgar muito...

    ResponderExcluir
  12. que não coloquem um lambe botas como o entreguista e puxa "sacos" (barras de saias" como esse joãozinho...o cara soh tah afins de fazer fofoquinhas e intriguinhas...incompetencia eh com ele mesmo...!!! o que esperar de alguem que vendia carne verde de tao estragada? eh assim que trata os seus professores...

    ResponderExcluir
  13. Ainda acho que pessoas educadas e cristãs, não deveriam julgar os outros, nem mesmo em público, pois julgar as pessoas não é para ninguém, e quem julga e condena comete no mínimo indelicadezas, junto com injustiça e geralmente movidos por sentimentos malignos do tipo inveja, vingança, e outros...

    ResponderExcluir
  14. esse senhor (que se diz cristão) não merece respeito nem delicadezas...arcaico como é...consumiu todos os bons sentimentos (cristãos?) de várias pessoas que tiveram a infelicidade de "conviver" com sua ignorancia e falta de ética...joaozinho...rip...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Adilson de Paiva3 de julho de 2014 23:21

      Não sei se esse "anônimo" se referiu a minha pessoa, nesses comentários venenosos, mentirosos e inescrupulosos que fez, próprio de pessoinhas baixas, talvez um colega quem sabe, que não aceite ser corrigido por algo de errado que fez, tipo de "profissional" que só quer levar vantagem, mesmo passando por cima dos outros, e que encontrou comigo algo diferente. Se foi, sinto muito, vou ser autêntico e justo em tudo o que fizer, gostando ou não.

      Excluir
  15. A própria vida vai se encarregar de mostrar para ele e para todos os que cometem injustiças, que o que aqui se faz aqui se paga... E depois, meu caro ou minha cara, assumir um cargo na condição em que deixaram e se encontra essa Secretaria não é prêmio, pode ser o castigo que essas pessoas precisam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Adilson de Paiva3 de julho de 2014 23:35

      Fiquei admirado de perceber Amauri, que você colocou credito na fala desse anônimo, Procuro fazer meu trabalho o melhor que eu posso, e se fiz algo de errado, estou aberto a conversar com a pessoa,e não preciso de um cargo como castigo. Procuro tratar toda a equipe que trabalha comigo com respeito e justiça. Só que também tenho que cobrar, pois tenho 650 alunos que precisam de qualidade de ensino. Não sei se é algum colega de trabalho, mas se for, fico triste pois vejo o baixo nível desse profissional.

      Excluir
    2. Desculpe professor, mas não me referi especificamente à pessoa que o "anônimo" citou, mas a qualquer pessoa que possa estar nas condições citadas, as que não cometem injustiças, ao invés de receber castigo vão receber recompensas, e não tem motivo algum para se magoar com calúnias.

      Excluir
  16. triste! perdoense como sou, ver a que ponto deixaram a cidade! que havia infamia, inveja, malediscencias, murmurios, falta de respeito,...tudo a "boca pequena" ,como dizem, é notorio! mas as mascaras cairam a algum tempo e é vergonhoso, ou melhor, causa enjoo e ansia de vomito, encontrar pessoas que nunca contribuiram com nada para a cidade...pensar só em si...em seus egos elevados pelos carguinhos que assumem...nojo!

    ResponderExcluir
  17. E quanto ao castigo eu estava me referindo a quem pode ocupar o cargo de secretário ou secretária em uma Secretaria de uma Prefeitura sob uma gestão tão complicada e permissiva como esta. Ou o senhor acha que é prêmio? A pessoa seja ela quem for, vai, ou ter que fechar os olhos para uma série de abusos ou vai ter que bater de frente com a justiça. Ou uma coisa ou outra, se fechar os olhos para os problemas deixados por uma gestão inconsequente estará correndo o risco de se tornar cúmplice, do contrário vai ter enfrentar os responsáveis pelo estado em que se encontra.

    Se estiver tudo bem, tudo em ordem, ótimo. Só que não é esse o diagnóstico.

    ResponderExcluir
  18. Eu fico muito preocupado em como as coisas vão acontecendo, eu acho muito importante que a administração seja discutida, que as ações públicas sejam colocadas para conhecimento de todos os envolvidos, a Justiça, como no caso dessa postagem, só que eu não posso permitir que questões pessoais venham a ser colocadas no Blog, apesar de considerar que é melhor que a discussão seja pública, saindo assim do nível rasteiro da calúnia anônima, da fofoca. Está claro que existe um problema pessoal entre os "debatedores", e acredito que o João tenha o direito de se manifestar e se defender de acusações que não deveriam estar aqui, porque não somam nada ao foco principal da questão proposta na postagem, ou até tem, pois quem ocupa cargos de direção tem que tomar decisões e essas decisões nunca agradam a todos.

    O que não dá o direito aos que não se sentiram satisfeitos com as decisões, de atacar qualquer pessoa, sem se identificar.

    Estou solidário com o João, pois sei que quem se propõe a liderar, quem tem que tomar decisões, não pode agradar todo o mundo. Não vou permitir que essa pessoa que faz ataques pessoais anonimamente continue, peço a ela que pare, pois está usando o Blog para vinganças pessoais, e aviso que vou retirar seus comentários. Não é aqui no Blog a instância correta para resolverem seus problemas pessoais.

    ResponderExcluir
  19. Retiro também a resposta do João para não espalhar ainda mais a maledicência e o espírito ruim da pessoa que tenta espalhar seus ressentimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Adilson de Paiva6 de julho de 2014 12:07

      Amauri, achei sua postura muito correta, pois eu também não tenho intenção de prolongar esse debate, sabendo agora, do nível dessa pessoa. Gosto de debater assuntos que contribuam para a melhoria das situações e não, de sentimentos de vingança, ressentimentos, coisa de pessoas sem escrúpulos, que se escondem atrás de um sorriso falso. Amauri, sou muito transparente no que faço, não tenho nada a esconder, faço meu trabalho sempre levando em conta o direito e os deveres de todos.

      Excluir